Evolução Marfrig

Início dos anos 2000

A Marfrig passa a operar unidades de processamento no Brasil: Bataguassu(MS), Promissão(SP), Paranatinga(MT) e Tangará da Serra(MT). Anos mais tarde, inicia atividades de exportação.

2005

A Empresa se torna signatária do Pacto Nacional pela Erradicação do Trabalho Escravo, que deu origem a um instituto de mesmo nome ao qual a Marfrig mantém-se associada a fim de promover condições dignas de trabalho em toda a cadeia produtiva.

2006 e 2007

No Brasil, a Marfrig inicia operação nas unidades de processamento em Mineiros (GO), Chupinguaia (RO), São Gabriel (RS) e Porto Murtinho (MS), além de outra unidade em Promissão (SP) e da marca Pampeano. Também estende atuação para outros países da América Latina com a aquisição do Frigorífico Tacuarembó S.A., da Inaler S.A. e do Frigorífico La Caballada no Uruguai; do Frigorífico Patagônia S.A. e da Quinto Cuarto S.A. no Chile; e da Breeders and Packers, da Mirab S.A. e da marca de hambúrgueres Paty na Argentina.

2007

Oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) no Brasil, dando início à negociação das ações no Novo Mercado da B3, segmento de listagem que reúne empresas que se comprometem a adotar práticas diferenciadas de Governança Corporativa.

2008

Ingresso no segmento de avicultura, com a compra da Penapaulo e DaGranja Agroindustrial.Consolidação do processo de internacionalização com a compra da MoyPark, uma das principais produtoras de carne de aves da Europa, sediada na Irlanda do Norte.

2009

Primeira empresa de alimentos do mundo a assumir compromisso público com o Greenpeacepara compra de gado proveniente da Amazônia legal. Também passa a operar mais 13 unidades, o que amplia as suas capacidades de processamento em até 8,8 mil cabeças de gado por dia. Aquisição da Seara, empresa do segmento de aves, suínos e produtos de alto valor agregado

2010

Compra de unidade de confinamento no Uruguai, atendendo demanda constante e fortalecendo todos os elos da cadeia produtiva no país. Aquisição da Keystone Foods, empresa norte-americana especializada em food service, com operações em 13 países.

2011

Criação da Marfrig Beef como divisão que concentra as operações de bovinos e ovinos no Brasil,na Argentina, no Uruguai e no Chile.

2012

A planta em Tangará da Serra (MT) se torna a primeira unidade de processamento de carne no Brasil a receber o selo Rainforest Alliance Certified™ que comprova a procedência da matéria-prima em conformidade com as normas de conservação ambiental e Direitos Humanos.

2013

Venda da Seara Brasil, divisão de aves, suínos e alimentos processados, como reflexo de estratégia que passou a se concentrar em proteína bovina.

2014

A fábrica da Pampeano (RS) recebe Grau A+ na avaliação da BRC Global Standards, padrão de controle de alimentos mais elevado reconhecido pela Global Food Safety Initiative (GFSI).

2015

Marfrig Beef e a ONG Alianza del Pastizal lançam selo que visa reconhecer as propriedades rurais que conservam os campos nativos do bioma Pampa sul-americano. A Marfrig Uruguai começa a exportar para os EUA com o selo 'Grass-Fed Beef'.

2016

Primeira empresa a exportar carne bovina in natura, a partir do Brasil, para os Estados Unidos.

2017

Expansão da capacidade de operação na América do Sul, com reabertura de plantas e aumento na capacidade de processamento.

2018

Venda da Keystone Foods em linha com a estratégia de concentrar a atuação em proteína bovina. Aquisição do controle da National Beef, quarta maior processadora de carne bovina dos Estados Unidos e compra da Quickfood, na Argentina, líder local na produção de alimentos a partir da proteína bovina.

2019

Aquisição da Iowa Premium, nos EUA. Aumento da participação acionária na National Beef, de 51% para 81,73%. Aprovação de 13 plantas para exportação à China e investimentos em novas linhas de hambúrguer. Acordo de exclusividade com a norte-americana Archer Daniels Midland Company (ADM) para produzir produtos à base de proteína vegetal.

2020

Joint venture entre Marfrig e Archer Daniels Midland (ADM), dando origem à PlantPlus Foods, empresa voltada à comercialização de produtos de base vegetal por meio de canais de varejo e das redes food service nas Américas do Sul e do Norte.

2020

Marfrig e ADM